Metodologia do Ensino de Língua Estrangeira – Contar histórias

No 1º ciclo do Ensino Básico podem as escolas, de acordo com os recursos disponíveis, proporcionar uma língua estrangeira na sua realização oral e num contexto lúdico”.

 Esta sensibilização à LE no 1º ciclo, e já na educação pré-escolar também, deverá ser feita com o apoio de uma boa formação inicial e contínua. Como a maioria dos educadores e professores não teve acesso a esta oferta formativa, durante os seus cursos de formação inicial, é importante proporcionar este tipo de formação a todos os professores que se sintam capazes de iniciar uma LE.

Contar histórias numa LE tem vindo a revelar-se uma estratégia de sucesso para sensibilizar e iniciar as crianças numa língua estrangeira. Faz, por isso, sentido, proporcionar aos educadores e professores a formação necessária ao uso desta abordagem:

• Contar histórias é uma parte integrante da educação pré-escolar e do 1º ciclo,  já que as histórias  são recursos de língua ricos, não só na língua materna como também na língua estrangeira;

• As histórias ajudam as crianças a compreender o seu mundo e a partilhá-lo com os outros;

• As histórias fornecem um contexto natural e relevante de exposição à língua (os aspectos visuais, a voz do

do contador de histórias, a mímica, as expressões faciais, tudo apoia o significado e permite às crianças desenvolver as suas competências de audição e as suas capacidades de concentração);

• As histórias relacionam-se com outras áreas curriculares, incluindo os aspectos sociais e culturais da aprendizagem. (Uma história pode ser o ponto de partida para uma vasta gama de actividades);

• Muitas histórias proporcionam naturalmente a repetição e actividades cumulativas, oferecendo, ainda, às crianças a oportunidade de participar, usando “pedaços” da língua que são repetidos como reforço. Contar histórias tem uma rotina previsível, fornecendo pistas e encorajando a participação das crianças;

• A literacia visual, tão importante nas sessões de histórias em LE, l permite desenvolver aptidões pessoais na leitura de imagens e na obtenção de significados através de meios visuais e não apenas de palavras;

• As histórias tradicionais portuguesas (conhecidas pela generalidade das crianças) podem ser comparadas com as correspondentes em LE, dando origem à discussão sobre os aspectos culturais;

• As histórias fomentam a partilha de experiências sociais.


Informações:

Registo de Acreditação: CCPFC/ACC-90909/17
Destinatários: 1º Ciclo, 2º Ciclo, 3º Ciclo e Secundário
Modalidade: CF
Duração: 25 horas presenciais
Local: Escola Secundária D. Maria II
Regime de avaliacao:
Data de Realização da Ação: 02-03-2018 a 21-04-2018

Formadores

Inscrição